Saiba o que é gordura visceral e como combatê-la!

A gordura visceral é uma das mais perigosas que pode se desenvolver no nosso corpo. Ela não é motivo para preocupação estética, mas sim pelos seus impactos na qualidade e na quantidade de vida que temos.

Não é à toa que grande parte das mortes que acontecem diariamente ao redor do mundo todo estão relacionadas com a presença desse tipo de gordura no organismo. Dentre as comorbidades mais frequentes estão o AVC, o infarto e a hipertensão.

Aliás, apesar de o acúmulo de gordura visceral estar relacionado à má alimentação, esse mal silencioso pode comprometer quem não está acima do peso também. Todas as pessoas de todas as idades devem estar atentas.

Para que você se informe e saiba como perder gordura visceral de maneira eficaz, aqui estará um conteúdo especial sobre o assunto. Fique de olho nesse conteúdo e cuide-se!

O que é gordura visceral?

Antes de qualquer coisa, é importante saber ao certo o que é gordura visceral. Afinal, ela pode ser confundida com a gordura subcutânea, mas ambas são diferentes.

Existem diferentes tipos de acúmulo de células adiposas no nosso corpo. Quando ela acontece sob a pele, é subcutânea. É esse tipo de excesso que pode ser removido com cirurgia de lipoaspiração.

Mas quando ela é mais profunda e cobre os órgãos internos, chamamos de gordura visceral. Para essa gordura, não há cirurgia e nem cura milagrosa.

É preciso tomar cuidado ao longo de toda a vida. Caso contrário, diversos sistemas tendem a ser comprometidos.

gordura visceral

Como saber a quantidade de gordura visceral?

Talvez agora você esteja se perguntando como saber a quantidade de gordura visceral que temos no nosso corpo. Essa é uma medição complexa, mas há exames que ajudam a detectar sua presença.

Alguns deles são:

Tomografia computadorizada

Esse é um exame que se assemelha ao de raio X, mas as imagens são processadas por um software de computador para entregar um nível maior de detalhamento da situação interna do nosso corpo.

Ressonância magnética

Esse é mais um tipo de exame que faz imagens internas do paciente, todavia elas são obtidas por conta de um campo magnético ao invés de radiação.

Ecografia

Também chamada de ultrassonografia, esse é um tipo de exame que faz uso de sons para formar imagens de órgãos internos.

Balanças com bioimpedância

As balanças com bioimpedância têm se popularizado inclusive para uso doméstico. Elas emitem uma corrente elétrica que atravessa o corpo e consegue apresentar valores aproximados do nível de gordura corporal e de musculatura.

Medição com a fita métrica

Esse é um tipo de “exame” simples e que qualquer pessoa pode fazer em casa para saber se tem gordura visceral. Basta fazer a medição com uma fita métrica mais ou menos na altura do umbigo.

gordura normal e gordura visceral

Qual o valor normal da gordura visceral?

Como você pôde ver acima, há métodos e exames mais precisos e outros superficiais para saber se você tem a quantidade de gordura visceral ideal. Seja por conta própria ou com o acompanhamento de um especialista, provavelmente a primeira detecção seja realizada com a fita métrica ou a bioimpedância.

Se for constatada alteração, aí sim serão prescritos exames mais profundos com ecografia, ressonância ou tomografia. Com eles, o resultado é muito mais claro para o médico.

Para você ter uma ideia de qual o valor normal da gordura visceral, veja os valores de referência nos exames mais comuns e acessíveis:

Fita métrica

Em termos gerais, a circunferência em torno da barriga das mulheres não deve ser igual ou maior que 80 centímetros. Já nos homens o padrão de referência é não chegar ou ultrapassar a marca de 94 centímetros.

Se você apresentar esses valores, é bastante provável que a sua saúde também esteja em risco. Monitore com frequência e, se necessário, busque por suporte profissional.

mulher medindo a barriga com fita metrica

Bioimpedância

Na balança de bioimpedância o referencial é dividido em dois níveis. Isso pode variar conforme a marca do aparelho.

Na balança Tanita, por exemplo, se o número que aparecer no visor for de 1 a 12, há um nível saudável de gordura visceral. Se o número for de 13 a 59, há um nível perigoso de gordura nos órgãos internos.

Bioimpedância

Como eliminar gordura visceral?

Ok, e se for detectado o problema, como eliminar gordura visceral?

Bem, não há apenas uma “cura”. São necessários diversos esforços ao mesmo tempo para eliminar esse excesso que costuma se acumular ao longo dos anos. E isso pode demorar.

Dentre as estratégias de tratamento sugeridas, estão:

1. Plano alimentar balanceado

É fundamental mudar a alimentação, tendo em vista que essa é a principal razão para o acúmulo de gordura no organismo. A dieta deve ser hipocalórica e sem açúcares.

O ideal é eliminar ao máximo os produtos industrializados, processados, refinados e fritos do dia a dia. No lugar deles, consumir frutas, verduras, legumes, grãos integrais e menos carboidratos e gorduras saturadas.

alimentos saudáveis

2. Atividades físicas regulares

Para aumentar a massa magra e se livrar da gordura visceral é imprescindível fazer atividades físicas de maneira regular e intensa. Ao menos 1 hora de atividades por dia e no mínimo 4 vezes por semana.

Outra sugestão é equilibrar atividades aeróbicas e musculação. A primeira queima gordura e a segunda fortalece os músculos.

pessoas se exercitando

3. Hábitos saudáveis

Outros hábitos saudáveis também precisam ser levados a sério. Dentre eles, não fumar, não tomar bebidas alcoólicas (que são prejudiciais e calóricas), dormir bem, tomar bastante água e evitar o estresse.

água

Qual o melhor remédio para eliminar gordura visceral?

Como você viu acima, não existe um definitivo e único remédio para eliminar gordura visceral. Mas algumas substâncias podem ajudar a acelerar esse processo. Veja algumas delas:

  • Chá verde
  • Gengibre
  • Canela
  • Cafeína
  • Abacaxi
  • Maçã
  • Espinafre
  • Couve
  • Carnes magras
  • Oleaginosas
  • Azeite de oliva
  • Abacate
  • Sementes (chia, linhaça, abóbora, etc)

E esses são somente alguns exemplos. Procure por outros alimentos considerados desintoxicantes, adstringentes, termogênicos e ricos em fibras. Eles certamente contribuirão com a sua luta contra a gordura visceral.

Vale ressaltar, ainda, a importância de consultar sempre a opinião de um especialista em nutrição e saúde para que a sua saúde esteja bem cuidada de fato.

Até a próxima!

Leave a Reply

Your email address will not be published.